Saúde Pública
04.10.2012

Paraguai emite alerta sanitário após 32 mil casos suspeitos de dengue

Ministério da Saúde do país informou que o alarme se justifica principalmente na capital, Assunção, e no Centro e Oeste do país

O governo do Paraguai determinou alerta sanitário no país devido aos mais de 32 mil casos suspeitos de dengue. O Ministério da Saúde do Paraguai informou ontem (3) que o alarme se justifica principalmente na capital, Assunção, e no Centro e Oeste do país. Por enquanto, mais de 29 mil casos foram confirmados.

Apenas na semana passada, houve 104 novas notificações de casos suspeitos de dengue, registrando uma redução de 6,3% em relação à semana anterior, quando foram identificados 111 casos. De acordo com os dados, 78% das vítimas vivem no Centro e Oeste. Nas últimas três semanas foram 287 notificações em 15 departamentos do país.

Para as autoridades do país, o período considerado mais delicado para a transmissão da doença, que começa em dezembro e se estende até fevereiro, ainda não chegou. No verão, as temperaturas no Paraguai variam de 35 graus Celsius (ºC) a 40 graus ºC.

A dengue é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti que costuma ocupar áreas nas quais a água se acumula. Os sintomas são febre alta, erupções cutâneas, dores de cabeça e vômitos. A dengue do tipo hemorrágica pode levar à morte.

A taxa de incidência é de 435 casos por 100 mil habitantes. Ainda de acordo com a pasta, 6025 pessoas foram internadas com suspeita de dengue, dos quais 89% dos casos (5379) foram confirmados.

Com informações da Agência Brasil

Fonte: Isaude.net