Geral
30.08.2012

Brasil e Cuba estudam cooperação na área de pesquisa para medicamentos

Objetivo é atrair parceiros e investidores brasileiros para produzir remédios e equipamentos médicos no país caribenho

A cooperação na área de pesquisa para novos medicamentos está sendo estudada entre Brasil e Cuba. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, visitou, nesta semana, o Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia de Cuba. A visita oficial a Havana segue até esta quinta-feira (30). O objetivo é atrair parceiros tecnológicos e investidores brasileiros para produzir remédios e equipamentos médico-hospitalares naquela nação.

Com 420 patentes depositadas, a instituição cubana é o maior instituto de pesquisa de vacinas e fármacos daquele país. Na avaliação de Pimentel, há um amplo horizonte para cooperação entre as duas regiões.

" Vamos fazer contatos com empresas brasileiras e incentivá-las a aproveitar não apenas as oportunidades de cooperação, mas também de compra de produtos e insumos" , apontou Fernando Pimentel. O instituto mantém acordo de transferência tecnológica com o Brasil desde 2004.

De acordo com o governo, outros quatro institutos de pesquisa cubanos apresentaram projetos e pesquisas em desenvolvimento.

Fonte: Isaude.net