Geral
22.08.2012

Atividade física ajuda a combater obesidade sarcopênica em idosos

Mal é associado a mudanças na composição corporal com envelhecimento; tema é alvo de estudo da Unesp de Botucatu

Dieta adequada e atividade física ajudam a combater a obesidade sarcopênica, mal que é associado a mudanças na composição corporal com envelhecimento. O tema foi alvo de um estudo da pesquisadora Kátia Cristina Portero McLellan, professora da Faculdade de Medicina (FM) da Unesp de Botucatu, no interior de São Paulo.

Em dois trabalhos apresentados em um evento internacional este ano, a autora demonstrou que a obesidade sarcopênica está relacionada com o estado pró-inflamatório e com o aumento da prevalência da síndrome metabólica e seus componentes alterados.

Os resultados de estudos preliminares da pesquisadora enfatizam ainda a importância do consumo adequado de leguminosas, frutas, fibras e proteína, além de uma dieta de boa qualidade, para prevenção da obesidade sarcopênica na população estudada

Obesidade sarcopênica

Diversos estudos mostram que a obesidade sarcopênica representa uma condição negativa para a saúde do idoso, devido ao aumento do risco de quedas e fraturas, diminuição da capacidade de realizar atividades da vida diária, perda de independência, além de estar associada com aumento da mortalidade.

A obesidade sarcopênica vem se tornando prevalente na população de idosos. Além do próprio processo de envelhecimento, esta doença pode ser desenvolvida precocemente, devido aos padrões alimentares inadequados, sedentarismo, doenças crônicas e tratamentos medicamentosos.

Fonte: Isaude.net