Geral
10.08.2012

Injeção subcutânea de medicamento acelera tratamento do câncer de mama

Nova maneira de aplicar a droga trastuzumabe é tão eficaz quanto à intravenosa e tem potencial ser aplicada em casa

Uma nova maneira de aplicar a droga trastuzumabe em pacientes com câncer de mama pode facilitar o tratamento da doença, de acordo com estudo publicado no jornal The Lancet Oncology.

A pesquisa mostra a eficácia de uma injeção subcutânea do medicamento que pode ser feita em apenas cinco minutos, diferente da tradicional aplicação intravenosa.

O remédio trastuzumabe juntamente com outras drogas quimioterápicas padrões é usada normalmente para tratar o câncer de mama caracterizado como HER2-positivo, que representa um para cada cinco casos do câncer.

Atualmente, essa droga é aplicada via intravenosa, exigindo que a paciente fique por 90 minutos conectada à aparelhagem durante a primeira dose. Caso responda bem e o medicamento seja tolerado, ela terá de voltar ao hospital para doses subsequentes de 30 minutos cada, normalmente uma vez a cada três semanas.

De acordo com os pesquisadores da Klinikum Offenbach, a formulação subcutânea do remédio aparenta ser tão eficaz quanto à intravenosa, já que a droga é usada pelo corpo da mesma maneira em ambos os métodos. A via subcutânea tem ainda potencial para poder ser aplicada pela própria paciente em casa.

Os dois tipos de aplicação têm também o que os cientistas chamam de resposta patológica completa (RPC), definida como o desaparecimento de todos os sintomas clínicos da doença.

Veja mais detalhes sobre esta pesquisa (em inglês).

Fonte: Isaude.net