Geral
09.08.2012

MS anuncia mil novas unidades odontológicas móveis para o Brasil Sorridente

Objetivo é alcançar as regiões mais pobres, sobretudo as zonas rurais. Governo vai investir R$ 3,6 bilhões no programa até 2014

Para expandir o programa Brasil Sorridente para as regiões mais pobres, sobretudo nas zonas rurais, serão distribuídas mil novas Unidades Odontológicas Móveis (UOM) em todo o país. O governo vai investir R$ 3,6 bilhões no programa até 2014. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, apresentou o balanço do programa nesta quinta-feira (9).

Cada unidade funciona como um consultório odontológico móvel, instalado em uma van adaptada, que circula por regiões em que a população tem dificuldade de acesso a tratamentos de saúde bucal, com capacidade para realizar até 350 atendimentos por mês.

A doação das unidades móveis faz parte de um conjunto de ações para expandir e aumentar a saúde bucal nos municípios mais pobres do País e ainda reduzir o tempo de espera no acesso à prótese dentária. " Teremos mil dessas unidades móveis para os municípios do Plano Brasil Sem Miséria e 25 unidades para distritos de saúde indígena" , anunciou Padilha.

Lançado em 2004, o programa Brasil Sorridente, do Ministério da Saúde, implantou, pela primeira vez, políticas e ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde bucal dos brasileiros.

O aumento da oferta de serviços públicos de saúde bucal e de ações preventivas poupou a extração de 400 mil dentes, por ano, no País. Hoje, o programa está presente em quase 90% das cidades das cinco regiões brasileiras. O êxito do programa se traduz em avanços como o fato de que 1,4 milhão de crianças deixaram de ter cáries em 2010, contribuindo para que a proporção de crianças livres de cáries subisse de 31% em 2003 para 44% em 2010.

Fonte: Isaude.net