Geral
08.08.2012

Alagoas planeja distribuição de camisinhas em bares e lan houses

Encontro na capital Maceió reuniu autoridades sanitárias municipais e profissionais envolvidos na distribuição de preservativos

Foto: Erasmo Salomão/ASCOM/MS
Ações estratégicas buscam desburocratizar acesso aos preservativos
Ações estratégicas buscam desburocratizar acesso aos preservativos

Coordenadores municipais de Vigilância Epidemiológica e profissionais de saúde de Alagoas se reuniram em Maceió, nesta quarta-feira (8), para organizar o plano de prevenção a DST/Aids 2013. Uma das estratégias a ser adotada é a descentralização do acesso a preservativos, com distribuição em bares, delegacia, até em lan houses.

A cidade de Coité do Noia, a 126 km da capital, faz essa desburocratização aos insumos. Isso se dá por meio da ampla distribuição, que inclui vigilância sanitária e agentes comunitários. Nos períodos festivos, como o Carnaval, o trabalho é reforçado.

De acordo a técnica do programa estadual DST/Aids, Sônia Lemos, "é importante capacitar os parceiros que estão nesses pontos de distribuição para informar e tirar dúvidas. Numa lan house, por exemplo, o funcionário possui mais contato com os jovens do que o profissional da Saúde" . Ela também aponta que outros pontos possíveis de descentralizar o acesso aos preservativos são as instituições, escolas, usinas, canteiros de obras, prostíbulos e associações.

O plano de necessidade é instrumento de gestão a ser elaborado conforme as prioridades locais para cada ano subsequente, por meio de diagnóstico populacional de cada município, que deve discutir as necessidades locais e construir estratégias mais adequadas de prevenção.

Fonte: Isaude.net