Profissão Saúde
18.07.2012

Plenária decide suspensão do atendimento médico aos planos de saúde em SP

Decisão ocorrerá após avaliação das respostas das empresas às reivindicações de reajustes nos valores de consultas e procedimentos

Os médicos de São Paulo realizam plenária estadual no próximo dia 9 de agosto, às na sede da Associação Paulista de Medicina (APM), podendo deliberar pela suspensão do atendimento eletivo aos planos de saúde.

A decisão ocorrerá após avaliação das respostas das empresas às reivindicações de reajustes em consultas/procedimentos, de inclusão de cláusulas de reajustes periódicos nos contratos de prestação de serviço e de fim das pressões para reduzir exames, internações e antecipar altas, que acarretam riscos aos pacientes.

Em reunião na noite de 16 de julho, lideranças da APM, Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), Sindicatos dos Médicos do Estado, Academia de Medicina de São Paulo, Regionais e Sociedades de Especialidade atualizaram o balanço das negociações.

Uma comissão prepara a plenária de 9 de agosto e uma eventual interrupção do atendimento eletivos aos planos de saúde. As urgências e emergências estarão garantidas.

Para não prejudicar os pacientes, as lideranças médicas divulgarão boletins informativos sempre que houver novas deliberações do movimento. A orientação é que consultas e procedimentos sejam remarcados para datas oportunas, se de fato ocorrer uma suspensão pontual do atendimento aos planos de saúde.

Fonte: Isaude.net