Geral
14.07.2012

Paraná registra aumento de 54% nos transplantes no primeiro semestre

De janeiro a junho, foram realizados 190 transplantes. Coordenadora estadual aponta captação e transporte como responsáveis

Foto: SESA/PR
Transplante de órgãos cresce 54% no primeiro semestre.
Transplante de órgãos cresce 54% no primeiro semestre.

O número de transplantes de órgãos realizados no Paraná cresceu 54% no primeiro semestre, em comparação com o mesmo período do ano passado. De janeiro a junho, foram feitos 190 transplantes, contra 123 na primeira metade de 2011. O procedimento com rim foi o que mais aumentou, com 88% mais cirurgias.

De acordo com a coordenadora da Central Estadual de Transplantes, Arlene Badoch, o aumento se deve, em grande parte, à melhoria na captação e transporte dos órgãos. "As equipes estão descentralizadas e organizam a logística da procura de doadores na sua região de abrangência". As Comissões de Procura de Órgãos e Tecidos para Transplantes (Copott) atuam na busca ativa de potenciais doadores, em parceria com as Comissões Intra-Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT).

Outro fator que influencia no aumento das doações são as campanhas de conscientização sobre a importância da doação e a seriedade que envolve todas as ações. "Mostramos que o transplante é um processo transparente, gerenciado por órgão estadual, com critérios técnicos e subordinado ao Sistema Nacional de Transplante", explicou a coordenadora.

Nos transplantes conjugados de fígado e rim também houve aumento. Nos últimos três anos, nenhum procedimento deste tipo havia sido realizado. Até 30 de junho de 2012, três cirurgias foram feitas no Paraná. O número de transplantes de fígado também registrou aumento, de 30 para 43 (44%).

Fonte: Isaude.net