Geral
12.07.2012

Venda do Tamiflu com receita simples não modifica procura nas farmácias do DF

Governo retirou medicamento da lista de substâncias sujeitas a controle especial com venda controlada

A alteração nas regras para a compra do medicamento Tamiflu, usado no tratamento da influenza A (H1N1) gripe suína, não aumentou a procura do remédio nas farmácias de Brasília. O Ministério da Saúde retirou ontem (11) o medicamento da lista de substâncias sujeitas a controle especial com venda controlada para facilitar o acesso da população ao medicamento.

Mesmo com a chegada do inverno e com o crescimento dos casos da doença no país, levantamento da Agência Brasil revelou que o estoque do produto permanece o mesmo nas farmácias da capital.

O gerente de farmácia Bruno Gouveia afirmou que a venda do antiviral oseltamivir [nome do princípio ativo do Tamiflu] continua estável, mas ele ressalta que, caso necessário, o estoque será ampliado. " Nós já estamos esperando que esse fluxo aumente. Enquanto a demanda estiver assim, o produto vai ficar paradinho aqui no estoque, mas se precisar, estamos preparados" , declarou.

A rede pública de saúde do Distrito Federal também disponibiliza o medicamento na maioria dos centros de saúde.

Já a vacinação contra a influenza A é destinada apenas a gestantes, idosos e crianças menores de dois anos. A assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde do DF informa que há disponibilidade do produto e quem faz parte do público-alvo pode procurar qualquer centro de saúde para vacinação.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL