Geral
05.07.2012

Intolerância aos ingredientes do vinho afeta cerca de 7% dos adultos

Resistência à bebida foi mais comum do que o esperado. Reações mais relatadas incluíram rubor na pele, coceira e corrimento nasal

Foto: Stock Xchng
De acordo com estudo, mulheres são mais acometidas por intolerância aos ingredientes do vinho
De acordo com estudo, mulheres são mais acometidas por intolerância aos ingredientes do vinho

Estudo publicado no Deutsches Ärzteblatt Internacional revela que cerca de 7% dos adultos sofrem de intolerância ao vinho. Os resultados sugerem que a alergia à bebida foi mais comum do que o esperado.

Para o trabalho, Peter Wigand e seus colegas solicitaram a 4 mil pessoas entre 20 e 69 anos escolhidas aleatoriamente que preenchessem um questionário sobre o consumo de álcool e a ocorrência de reações de intolerância e sintomas alérgicos após a ingestão de vinho.

Das 4 mil pessoas que receberam o questionário, 948 (23,7%) preencheram e retornaram as informações.

Eles descobriram que, no total, 7% dos adultos apresentaram intolerância à bebida. As mulheres (8,9%) foram mais acometidas do que os homens (5,2%). As reações mais comumente relatadas incluíram rubor na pele, coceira e corrimento nasal.

Os sintomas eram particularmente comuns após a ingestão de vinho tinto. Além disso, as pessoas com a intolerância eram mais propensas a relatar outras intolerâncias alimentares.

Segundo os pesquisadores, os resultados não revelam de fato uma alergia com base imunológica ao vinho, mas sim uma resistência maior aos ingredientes presentes na bebida como álcool, aminas biogênicas, sulfitos, ou outros ingredientes.

Veja mais detalhes sobre esta pesquisa (em inglês).

Fonte: Isaude.net