Geral
26.06.2012

Novo anticoncepcional masculino em gel inibe produção de espermatozoides

Tratamento reversível em teste combina dois tipos de hormônios para reduzir a produção da célula reprodutiva masculina

Novo gel anticoncepcional para homens apresentou resultados promissores em testes de laboratório, de acordo com estudo no The Endocrine Society's 94th Annual Meeting.

A pesquisa revela que os participantes que aplicaram o composto sobre a pele mostraram redução significativa na produção de espermatozoides.

O gel, criado pelos médicos do Instituto de Pesquisa Biomédica de Los Angeles (LA Biomed), combina dois tipos de hormônios para inibir a produção de espermatozoides.

Um deles é a testosterona, o hormônio masculino. O outro é chamado de "nestorone", uma variação sintética do hormônio feminino progesterona.

Entre os homens que participaram dos testes, 89% apresentaram redução na contagem de espermatozoides a níveis considerados de baixo risco para a fecundação.

"Esta é a primeira vez que testosterona e Nestorone foram aplicados sobre a pele em conjunto para fornecer quantidades adequadas de hormônios que inibem a produção de esperma. Os homens podem usar géis transdérmicos em casa, ao contrário dos habituais injeções e implantes, que deve ser feitas no consultório médico", afirma a pesquisadora Christine Wang.

Segundo Wang, nos homens, a progestina aumenta a eficácia contraceptiva da testosterona. "Tanto testosterona quanto progesterona trabalham em conjunto para desligar a produção de hormônios reprodutivos que controlam a produção de esperma. Além disso, ao contrário de outras progestinas estudadas como contraceptivos masculinos, Nestorone não tem atividade androgênica. Atividade androgênica pode causar efeitos secundários, tais como acne e mudanças nos níveis de colesterol bom e ruim", observa a pesquisadora.

Para o trabalho, os pesquisadores recrutaram 99 homens saudáveis para usar um dos tratamentos transdérmicos não identificados todos os dias durante seis meses. O tratamento atribuído ou era um gel contendo 10 gramas de testosterona e um placebo ou o gel de testosterona mesmo com um gel contendo 8 ou 12 miligramas (mg) de Nestorone.

Apenas 23% dos homens que receberam testosterona sozinha obteviram uma concentração espermática inferior a 1 milhão de espermatozoides por mililitro, em comparação com 89% dos que receberam o gel combinado.

O gel pode ser aplicado na pele e tem efeito reversível, ou seja, a fertilidade é restaurada quando ele para de ser usado. E o hormônio sintético não causa efeitos colaterais como acne e alterações no colesterol.

Ainda vai levar um tempo até que o gel chegue ao mercado. "A combinação da testosterona com Nestorone teve poucos efeitos adversos. Isso merece um estudo mais aprofundado como um contraceptivo masculino potencial", afirma Wang.

Fonte: Isaude.net