Geral
20.06.2012

Hospital referência no AM integra rede universitária de telemedicina

Iniciativa nacional busca ampliar as redes de ensino à distância nos hospitais universitários em todo o país

Foto: FHAJ
Reunião Webconferência com Sistema Rute para definir últimos detalhes de implantação do projeto.
Reunião Webconferência com Sistema Rute para definir últimos detalhes de implantação do projeto.

A Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ) passará a integrar a Rede Universitária de Telemedicina (RUTE) no Amazonas. A unidade é referência para internação de pacientes oriundos dos Prontos Socorros da capital, interior do estado e rede básica de saúde.

A iniciativa nacional busca implantar estrutura física, serviços e aplicações em redes de alta velocidade para integrar os projetos de telemedicina em desenvolvimento nos hospitais universitários em todo o país.

De acordo com o diretor-presidente da FHAJ, Raymison Monteiro de Souza, a instituição passa a integrar uma seleta rede de hospitais que farão discussão e diagnósticos em tempo real, através de videoconferências. " A implantação dessa rede na FHAJ trará um impacto social, científico, tecnológico e econômico e social para o setor saúde no Amazonas. Vamos poder contribuir ainda mais com a formação de dos atuais e futuros profissionais" , destacou o diretor.

A telemedicina compreende a oferta de serviços ligados aos cuidados com a saúde nos casos em que a distância é um fator crítico; tais serviços são prestados por profissionais da área da saúde, usando tecnologia de informação e de comunicação para o intercâmbio de informações válidas para diagnósticos, prevenção e tratamento de doenças e a contínua educação de prestadores de serviços em saúde, assim como para fins de pesquisas e avaliações.

Dentre os usos de telemedicina mais conhecidos estão a videoconferência médica, os trabalhos colaborativos e o estudo de caso na área de pesquisa; a educação à distância, a educação continuada, a especialização, o aperfeiçoamento e a atualização na área de capacitação profissional; e a segunda opinião, a consulta on-line e o telediagnóstico por imagem na área de atendimento.

Fonte: Isaude.net