Saúde Pública
19.06.2012

Cerca 75% dos acidentes com escorpiões ocorrem em áreas urbanas

Dados do Intituto Butantan mostram que, nos últimos dois anos, foram registradas mais de 10 mil ocorrências desse tipo em SP

Levantamento realizado por pesquisadores do Laboratório de Artrópodes do Instituto Butantan revelou que 75% dos acidentes com escorpiões ocorrem em áreas urbanas. Entre os anos de 2010 e 2011, dos 13 mil acidentes notificados em São Paulo, 10 mil ocorreram na própria cidade.

De acordo com o levantamento do instituto, os principais causadores desses acidentes são os escorpiões amarelo e marrom, ambos com fácil adaptação a locais com escassez de saneamento básico e acúmulo de lixo. Além disso, o escorpião amarelo, por exemplo, possui alta capacidade de reprodução, já que a fêmea não precisa do macho para se reproduzir, chegando a cerca de três proles por ano, com média de 20 filhotes por vez.

As principais causas para esses acidentes ocorrerem em grandes cidades são o desmatamento e crescimento desordenado das áreas urbanas. Desta forma, os animais, por terem sido desalojados, procuram abrigo e alimento próximo e dentro das residências.

" A prevenção, aliada à educação, é a forma mais eficiente de evitar o número de acidentes desse tipo. São práticas simples e que ajudam a diminuir esse alto número de ocorrências com esses animais" , comenta Denise Candido, Bióloga do Laboratório de Artrópodes do Instituto Butantan.

Fonte: Isaude.net