Geral
01.06.2012

Álcool pode provocar palpitações graves em pacientes cardíacos

Pesquisa sugere que pessoas arritmia têm quase quatro vezes mais chance de ter palpitação quando consomem bebida alcoólica

Leland Kim/UCSF
Pesquisador Gregory Marcus
Pesquisador Gregory Marcus

Cientista da University of California, nos Estados Unidos, descobriram que o consumo excessivo de álcool provoca palpitações graves em pessoas com arritmia cardíaca.

A pesquisa, a ser publicada no American Journal of Cardiology, revela que pessoas com fibrilação atrial têm quase quatro vezes mais chance de ter palpitação quando consomem bebida alcoólica.

Para o estudo, realizado entre setembro de 2004 a março de 2011, os pesquisadores entrevistaram 223 pacientes com arritmia cardíaca.

O pesquisador Gregory Marcus e seus colegas perguntaram aos pacientes, "O álcool provoca palpitações no seu coração?" Os participantes classificaram seus sintomas em uma escala 1-5 (isto é, nunca, raramente, às vezes, frequentemente e sempre).

Dos pacientes entrevistados, 133 relataram fibrilação atrial intermitente, ou palpitações cardíacas irregulares, quando bebiam, e 90 tinham palpitação, sem fibrilação atrial.

A fibrilação atrial dos pacientes foi verificada por eletrocardiogramas de superfície e estudos cardíacos invasivos.

A idade média dos participantes foi de 59 anos. Oitenta por cento eram brancos, 11% asiáticos, 5% latinos e 4% se recusaram a declarar a etnia no grupo fibrilação atrial.

"Nós não encontramos nenhuma associação clara entre idade e raça como fatores de risco para a palpitação", afirma Marcus.

Apesar dos resultados iniciais, os pesquisadores afirmam que não há informação suficiente neste momento para recomendar quaisquer mudanças de estilo de vida relacionadas ao álcool e ao risco de doença cardíaca.

UCSFPublicAffairs
Consumo excessivo de álcool provoca palpitações graves em pessoas com arritmia cardíaca

Fonte: Isaude.net