Geral
28.05.2012

Hemorio registra queda de mais de 60% nas doações de sangue em dois meses

Redução dos estoques pode prejudicar o atendimento às emergências hospitalares, as cirurgias e o tratamento de doenças crônicas

Foto: ASCOM/Marcelo Horn/RJ
Doação de sangue sendo feita no Instituto Estadual de Hematologia do Rio de Janeiro (Hemorio).
Doação de sangue sendo feita no Instituto Estadual de Hematologia do Rio de Janeiro (Hemorio).

O Instituto Estadual de Hematologia do Rio de Janeiro (Hemorio) registrou queda de mais 60% nas doações de sangue nos últimos dois meses. A redução dos estoques pode prejudicar o atendimento às emergências hospitalares, as cirurgias e o tratamento de doenças crônicas. De acordo com a coordenadora do Hemorio, Janine Cardoso, a falta do hábito de doar sangue é a principal causa da redução do estoque do órgão.

" O brasileiro não tem o hábito da doação de sangue. Por isso estamos fazendo campanhas para mostrar às pessoas [a importância das doações] e criar um envolvimento" , disse a coordenadora. Para tentar restabelecer a normalidade dos estoques, o Hemorio promove hoje (28) no bairro de Guadalupe, zona norte da capital fluminense, uma campanha para conscientizar a população sobre o assunto. A expectativa é que cerca de 80 bolsas de sangue sejam coletadas no local. A ação, que é itinerante, vem sendo realizada desde o início do ano e atende também a cidades da região metropolitana.

Janine Cardoso lembra que tanto a chegada do inverno quanto as férias do meio do ano podem influenciar os estoques do banco de sangue do Hemorio.

Entre as recomendações para os doadores estão repousar no mínimo seis horas na noite anterior à doação, não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes e não fumar, além de evitar alimentos gordurosos em um período de 4 horas. Pessoas acima de 50 quilos e com idade entre 16 (com autorização do responsável) e 68 anos e que estejam bem de saúde estão aptos a doar sangue.

Fonte: Isaude.net