Saúde Pública
01.05.2012

Vigilância do RS intensifica fiscalização para combater contaminação de ovos

Em Porto Alegre, advertência nas embalagens quanto ao consumo desses produtos crus ou mal cozidos será obrigatória

Gabriel Severo/Divulgação PMPA
Embalagem de ovos devem conter advertência sobre risco de consumo sem cozimento. Vigilância Sanitária de Porto Alegre vai itensificar fiscalização de produto a partir desta quarta-feira (2).
Embalagem de ovos devem conter advertência sobre risco de consumo sem cozimento. Vigilância Sanitária de Porto Alegre vai itensificar fiscalização de produto a partir desta quarta-feira (2).

Segundo o chefe da Equipe de Alimentos da Vigilância Sanitária de Porto Alegre (RS), Paulo Antônio Casa Nova, o ovo cru está entre os principais alimentos causadores de infecção por salmonella, conforme o histórico de surtos investigados na capital de 2000 a 2010. Para combater a incidência de casos, a Secretaria Municipal de Saúde intensifica, a partir desta quarta-feira (2), a fiscalização da norma que determina a obrigatoriedade de as embalagens de ovos apresentarem advertência quanto ao consumo desses produtos crus ou mal cozidos.

Depois desta quarta, os produtos encontrados nos estabelecimentos comerciais em desacordo serão apreendidos em depósito até a normalização. A medida é baseada em regulamento da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e tem por objetivo alertar a população sobre procedimentos que podem ajudar a evitar a transmissão da salmonella pelo ovo. Essa bactéria é muito comum em ovos e pode causar infecção alimentar.

Segundo Casa Nova, a maioria dos casos ocorre em consequência do uso de ovos crus contaminados no preparo de cremes, doces e maionese caseira. " Para evitar contaminações, é importante cozinhar bem o alimento, uma vez que a salmonella morre se submetida a temperaturas acima de 60 graus centígrados" , orienta Casa Nova.

Por meio de ofício circular, a Associação Gaúcha de Supermercados (AGAS) foi comunicada sobre o maior controle que começará a ser feito nas embalagens de ovos a partir de amanhã e o recolhimento dos produtos que não estiverem de acordo com a norma. Segundo informou a secretaria, o consumidor que encontrar rótulos sem a advertência determinada, deve encaminhar denúncia à Equipe de Alimentos da CGVS pelo telefone 156.

Fonte: Isaude.net