Ciência e Tecnologia
10.02.2012

Nova ferramenta de luz ultravioleta é capaz de combater bactérias em hospitais

Tecnologia em teste se mostrou eficaz contra todas as bactérias expostas à luz entre 15 e 45 minutos

Atualmente, alguns hospitais na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, realizam testes com uma nova ferramenta capaz de matar germes por meio da emissão de luz ultravioleta de onda curta.

Deverick Anderson, juntamente com o departamento de Medicina - Doenças Infecciosas do Duke Raleigh Hospital, disse que as qualidades de reflexão da luz podem chegar a áreas de sombra e entrar em armários e gavetas abertas.

"É eficaz, realmente, contra todas as bactérias", disse ele, observando que a luz é acesa por 15 a 45 minutos em determinados quartos.

O Centers for Disease Control and Prevention (CDC) patrocinou o estudo em nove hospitais de North Carolina para descobrir o quanto a técnica adicionou à segurança do paciente, para além da limpeza de rotina.

Polly Padgette, uma enfermeira do Programa de Controle de Infecção de um dos hospitais participantes do ensaio, o Duke Raleigh, disse que acha que o estudo vai "determinar muito sobre como usar a luz UV no cuidado de saúde".

Existem riscos quando se utiliza a luz, incluindo o possível dano à pele e o danos aos olhos, como a catarata, mas seria necessária uma longa exposição para que isso acontecesse. Os hospitais tomam cuidado com isso, acendendo a luz com um controle remoto, que está em uma sala diferente.

Sinais de "não entre" são postados nos quartos com as luzes, e os sensores são ligados às portas, então se alguém abri-las, a luz se apaga. Os funcionários do hospital dizem que as pessoas podem olhar para os quartos pelas janelas e não serem prejudicadas.

Acesse aqui a matéria em inglês e veja o vídeo relacionado à mesma.

Fonte: Isaude.net