Saúde Pública
04.09.2009

Médico vai estrelar propaganda de combate à dengue

Campanha da secretaria de Estado da Saúde (Sesa) do Espírito Santo terá o médico Dráuzio Varella como garoto-propaganda. Ele vai passar dicas à população sobre como evitar a proliferação do mosquito

Foto: Divulgação/SES-SC
O médico Dráuzio Varella que será o garoto-propaganda de campanha contra a dengue no ES
O médico Dráuzio Varella que será o garoto-propaganda de campanha contra a dengue no ES

O médico e escritor Drauzio Varella será o "garoto-propaganda" do governo do Espírito Santo em campanha contra a dengue. Na campanha criada pela secretaria de saúde o médico vai transmitir informações e dicas de cuidados para evitar a proliferação do Aedes aegypti durante todo o ano. De acordo com secretaria de Saúde a escolha de Varella se deve ao fato dele ser considerado como um dos profissionais que mais contribuiu para popularizar a medicina no País em programas educativos na televisão e no rádio.

Em três vídeos, de um minuto cada, ele orienta a população sobre assistência e prevenção e ensina vários cuidados dentro de casa para evitar que o Aedes aegypti se reproduza, tanto no verão quanto no inverno. "É uma campanha educativa que orienta a população sobre o que deve ser feito para enfrentar a doença, que vem se mostrando grave. E, assim, diminuir a transmissão, a incidência e também os óbitos. Para isso acontecer, dependemos de toda a sociedade" , afirmou o secretário de estado da Saúde, Anselmo Tozi.

De acordo com o secretário, os vídeos trazem orientações sobre o que pode ser feito agora e daqui a alguns meses e traz ainda dicas para se proteger contra a picada do mosquito, sintomas e quando e onde procurar assistência médica. " Com a campanha publicitária, queremos alertar o cidadão, os municípios, os agentes de combate à dengue, as lideranças comunitárias, religiosas, políticas e empresariais, ou seja, envolver toda a sociedade no combate à doença" , enumera Anselmo Tozi.

O secretário adianta que o primeiro dos vídeos, que ficará no ar por um mês a partir desta sexta-feira (04), terá o enfoque no combate à dengue no período que antecede o verão, quando ocorre diminuição do número de casos devido a fatores climáticos, e não por causa das ações de controle.

A campanha será veiculada em todo o estado pelos canais abertos de televisão com o objetivo de divulgar, de maneira massiva, o papel da sociedade no período de baixa transmissibilidade da doença, já que aproximadamente 90% dos focos do vetor da dengue estão nas residências.

Fonte: SECOM ES