Geral
11.09.2011

Computador e videogame em excesso antecipam miopia em crianças

Para especialista, o uso inadequado de aparelhos eletrônicos pode resultar no uso de óculos antes mesmo da adolescência

Exagerar nas diversões eletrônicas por horas a fio pode, de acordo com a presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica, Célia Nakanami, resultar no uso de óculos antes mesmo da adolescência, e, com isso interferir também na autoestima de crianças e no convívio com os colegas.

Segundo a especialista, passar muito tempo em frente ao monitor a uma distância inferior a 50 centímetros faz com que a visão fique mais suscetível à aparição de problemas refrativos, como a miopia. O está sendo discutido durante o 36ª Congresso Brasileiro de Oftalmologia, que termina nesta quinta-feira (5), em Porto Alegre (RS). A programação do evento também aborda outros assuntos relacionados à infância como a importância da obrigatoriedade do " Teste do Olhinho" nas maternidades e os novos tratamentos para o estrabismo.

A oftalmologista Célia Nakanami também defende que "é imprescindível que o " Teste do Olhinho" torne-se uma prática obrigatória em todas as maternidades do Brasil.

Presidido pelos oftalmologistas Jacó Lavinsky e Italo Marcon, o evento de Porto Alegre é o segundo maior encontro nacional do mundo no segmento, atrás apenas do congresso organizado pela Academia Americana de Oftalmologia (AAO). Além de glaucoma e o uso da nanotecnologia, o Congresso Brasileiro de Oftalmologia 2011 atualizará temas de interesse do público em geral como: descolamento de retina (prevalente em adultos jovens), retinopatia diabética, degeneração macular relacionada à idade (DMRI), catarata, estrabismo entre outros mais importantes relacionados à saúde ocular.

Fonte: Isaude.net