Geral
01.08.2011

Novos motoristas britânicos são obrigados a decidir se querem ser doadores

O objetivo da medida é elevar o número de doações no Reino Unido, onde 8 mil pessoas aguardam na fila por um transplante

Foto: Arquivo / EFE
O motorista deverá fazer a declaração no momento de renovar a carteira de habilitação
O motorista deverá fazer a declaração no momento de renovar a carteira de habilitação

Os britânicos terão de declarar, a partir de hoje (01), se querem ser doadores de órgãos ao solicitar ou renovar a carteira de motorista, uma medida imposta pelo Governo para incentivar as doações. Até agora, as autoridades de trânsito do Reino Unido, onde 8 mil pessoas esperam por transplante, faziam a pergunta aos solicitantes da carteira de motorista, mas não era obrigatório responder.

De agora em diante, no entanto, o formulário dará duas opções: aceitar a inclusão imediata no registro de doadores ou deixar a decisão para outro momento. No Reino Unido, só 29% da população está inscrita no registro nacional de doadores, apesar de nove em cada dez pessoas reconhecer que gostaria de ser.

A situação gerou debates nos últimos anos sobre como melhorar as estatísticas, o que levou o Governo a adotar esta metodologia. "Ser doadora de órgãos é um ato realmente desinteressado que pode salvar vidas", explicou a secretária de Estado de Saúde britânica, Anne Milton.

Um método parecido implantado em Illinois (nos Estados Unidos) conseguiu aumentar o número de doadores de 38% para 60%.

Fonte: EFE