Ciência e Tecnologia
15.12.2010

Tecido ovariano com câncer tem aroma diferente de tecido saudável

A descoberta possibilita o desenvolvimento de mecanismos eletrônicos para detecção do câncer pelo cheiro

Pesquisadores da Academia Sahgrenska, da Universidade Gävle e do Instituto de Tecnologia KTH Royal, Suécia, foram capazes de comprovar em testes que o tecido do ovário com câncer o do ovário saudável exala um aroma diferente.

Em um projeto anterior, o pesquisador György Horvath utilizou cães trinados para demonstrar que o câncer de ovário emite um cheiro específico. Os cães foram capazes de usar esse aroma para distinguir entre o tecido do ovário saudável e o tecido canceroso, e outros tipos de câncer ginecológico.

A descoberta de que o sangue de pacientes com câncer de ovário também possui o mesmo aroma específico foi publicado pela revista BMC Cancer.

Em parceria com o professor Thomas Lindblad , do KTH, e do pesquisador José Chilo, da Gävle, Horvath trabalhou para detectar esse aroma diferente usando um nariz eletrônico desenvolvido pela KTH.

" Conseguimos detectar e registrar o cheiro de uma forma de câncer de ovário, além do cheiro de um tubo de Falópio e de um útero saudáveis" , disse Horvath. " Esta confirmação técnica do cheiro de um câncer terá implicações práticas um método específico, suficientemente sensível, poderá salvar centenas de vidas por ano na Suécia" .

Um detector eletrônico de cheiro, mais sensível do que o nariz eletrônico existente, já está sendo testado. A estrutura básica é a mesma do nariz eletrônico, mas a esse novo mecanismo foi adicionados componentes para aumentar a sensibilidade.

" Nosso objetivo é ser capazes de analisar amostras de sangue aparentemente saudáveis e detectar o câncer de ovário em estágio inicial, quando ainda pose ser curado" , concluiu Horvath.

Fonte: Isaude.net